[Dicas] Pirâmide Alimentar o Guia Definitivo para Você Entender Tudo!

Pirâmide Alimentar – Blog

A pirâmide alimentar é uma ferramenta visual, com objetivo de auxiliar as pessoas em escolhas saudáveis na busca por uma alimentação balanceada.

Ela apresenta uma distribuição em níveis, onde grupos alimentares são distribuídos, de acordo com os nutrientes dos alimentos que compõe cada grupo alimentar.

Além disso, é possível encontrar o número de porções correspondente a cada grupo alimentar. Esse dado foi estipulado, baseado em necessidades energéticas especificas, a fim de atender as recomendações diárias de nutrientes.

Dessa forma, a base da pirâmide (parte mais larga) corresponde aos alimentos que devem ser consumidos em maior quantidade, logo, no topo da pirâmide, estão os alimentos que devem ser consumidos em menores quantidades.

Base da Piramide – Alimentos Energéticos.

Na base da pirâmide estão os alimentos que são fontes por carboidratos, considerados energéticos.

  • Importância: São as principais fontes energéticas da nossa alimentação.
  • Exemplos de alimentos: Arroz, tubérculos (mandioca, batata), pães, entre outros.

Andar 2 da Piramide – Alimentos Reguladores.

Esse andar da pirâmide é dividida em duas partes, em uma temos as hortaliças e em outra as frutas.

  • Importância: São alimentos ricos em vitaminas e minerais, nutrientes essenciais para o funcionamento adequado do organismo.
  • Exemplos de alimentos: tomate, cenoura, alface, melancia, abacaxi, laranja, entre outros.

Andar 3 da Piramide – Alimentos Construtores.

Esse andar da pirâmide é dividida em três partes, em uma temos o leite e seus derivados, em outras temos as carnes e os ovos e na ultima parte, as leguminosas.

  • Importância: São alimentos ricos em proteínas, nutrientes que são os principais participantes na criação de massa muscular.
  • Exemplos de alimentos: leite, queijo, frango, carne, peixes, ervilha, soja , feijão entre outros.

Topo da Piramide – Açúcares, óleos e gorduras.

Esse andar da pirâmide é dividida em duas partes, em uma temos açucares e doces e em outra os óleos e as gorduras.

  • Importância: São alimentos processados e/ou ultra processados que consumidos em excesso podem ser prejudiciais, além de contribuírem com seus altos valores energéticos.
  • Exemplos de alimentos: óleos vegetais (soja, milho, canola, girassol) margarina, açúcar refinado (açúcar branco) entre outros.

A Pirâmide Alimentar atende todas as pessoas?

Em primeiro lugar, é importante citar que não existe uma única pirâmide alimentar. Portanto, é comum encontrarmos pirâmides alimentares adaptadas para determinadas populações, como:

  • Pirâmide alimentar americana,
  • Pirâmide alimentar brasileira,
  • Pirâmide alimentar europeia,
  • Pirâmide alimentar para crianças,
  • Entre outras adaptações existentes.

É comum por exemplo, encontrar pirâmides alimentares em que a base não é composta por alimentos, mas sim por atividades físicas e/ou água.

Assim, além das escolhas alimentares, outros pontos são importantes e devem estar associados as escolhas, como:

  1. Seguir uma dieta com variedade de alimentos,
  2. Consumir frutas, legumes e verduras,
  3.  Escolha do modo de preparo dos alimentos,
  4. Aprender e criar o habito de ler o rótulos de alimentos,
  5. Evitar dietas ou medidas extremas, optando por modificações progressivas,
  6. Utilizar açucares, óleos e sal de forma moderada,
  7. Diminuir o consumo gorduras, dando preferência por gorduras insaturadas,
  8. Evitar ou diminuir o consumo de bebidas alcoólicas.

 

Referência Bibliográfica:

PHILIPPI, Sonia tucunduva, et al., Pirâmide alimentar adaptada: guia para escolha dos alimentos. Rev. Nutr., Campinas, v12, nº1, p. 65-80, jan/abril., 1990.

Que tal esses outros artigos?