Spirulina – O que é e como tomar?

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (nenhum voto, seja o primeiro!)
Loading...

Spirulina

A spirulina é uma cianobactéria. Calma! O nome pode ser estranho, mas é apenas um grupo de bactérias que obtêm energia através da fotossíntese.

Duas especies são muito estudadas e utilizadas como alimento, a Spirulina pletensis e  a Spirulina maxima.

A spirulina, independente da espécie, é rica em: proteínas, vitaminas do complexo B, minerais, antioxidantes, vitamina E, β-caroteno e gorduras boas (ácidos graxos poliinsaturados).

Benefícios da Spirulina

Estudos mostram que a spirulina pode ser usada como suplemento alimentar e no auxilio a desnutrição, devido a sua composição nutricional.

Estudo comprovam que a Spirulina tem os seguintes benefícios:

  • Inibe a replicação de alguns vírus
  • Contribui no tratamento do câncer
  • Diminuição dos lipídios e da glicose no sangue
  • Diminuição da pressão sangüínea
  • Redução de peso em obesos
  • Aumento da população de microrganismos da flora intestinal
  • Melhoria da resposta imunológica
  • Melhora na proteção renal
  • Ajuda na sborção de minerais.

Como usar este suplemento

A Spirulina tem sabor e cheiro característico, assemelhando-se a frutos do mar, com um sabor adocicado.

A spirulina na forma de pó pode ser adicionada a alimentos, como por exemplo no arroz, no tofu, em ovos, entre outros. Contribuindo para aumentar e melhorar os valores nutricionais dos alimentos.

Além da forma em pó, como citamos acima, a spirulina pode ser encontrada em capsulas ou comprimidos.

Estudos mostram que o uso regular de 2g/dia (2.000 mg/dia) de Spirulina já trazem benefícios para a saúde.

Tabela Nutricional da Spirulina

Para cada 100 gramas de spirulina, temos 57g de Proteínas e 290 calorias. Atente-se às sugestões de consumo, que é de 2 gramas por dia.

Fonte: USDA

Referências

AMBROSI, M. A. Propriedades de saúde de spirulina spp. Revista de Ciências Farmacêuticas Básica e Aplicada, vol. 29, nº 2, p. 109-117, 2008.

ANDRADE, Michele de Rosa; COSTAS, Jorge Alberto Vieira. Cultivo da microalga Spirulina plantesis em fontes alternativas de nutrientes. Ciência e Agrotécnologia, Lavras, vol. 32, nº5, p.1551-1556, setembro/outubro, 2008.

BIERHALS, Vânia da Silva et al. Compostos fenólicos totais, atividade antioxidante e antifúngica de multimisturas enriquecidas com a microalga Spirulina platensis. Revista Inst Adolfo Lutz, vol 68, nº1, p. 42-48, 2009.

QUIANG, Hu et al. Enhancement of eicosapentaenoic acid (EPA) and γ‐linolenic acid (GLA) production by manipulating algal density of outdoor cultures of Monodus subterraneus (Eustigmatophyta) and Spirulina platensis (Cyanobacteria), European Journal of Phycology, vol. 32, p. 81-86, 1997.

USDA, Seaweed, spirulina, dried. https://fdc.nal.usda.gov/fdc-app.html#/food-details/170495/nutrients (Acessado em 15 de de Março de 2020)

Aprenda mais com estes artigos:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (nenhum voto, seja o primeiro!)
Loading...

Instale hoje o Vitamenu e comece sua nova vida!

Você vem? É hora de conquistar seus objetivos! Estamos te esperando! Instale agora:

Precisando Perder Peso ou Ganhar Massa?
Clique e conheça nosso método